DPAE – Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia
  • Projeto elaborado pelo DPAE recebe Selo Procel de Economia de Energia

    Publicado em 02/09/2016 às 9:22

    O projeto da Edificação do Departamento de Engenharia Civil da UFSC, elaborado pelo DPAE, recebeu o Selo Procel de Economia de Energia para Edificações, sendo considerado projeto de alta eficiência energética e que apresenta elevado potencial de economia de energia e redução de impactos ambientais.

    Para obtenção do Selo Procel Edificações, é necessário primeiramente obter a Etiqueta PBE Edifica, classe A, para os três sistemas avaliados: envoltória, sistema de iluminação e sistema de condicionamento de ar.

    selo

    Selo Procel

    file-page1

    Etiqueta PBE Edifica

     

    Dados gerais da edificação:

    Área total: 8.844,61 m² | Uso: Salas de aula, Administrativo e Laboratórios

    Concepção Arquitetônica da Edificação: Arq. Luiz Antônio Zenni (DPAE)

    Projeto 1ª etapa: Arquitetura: Arq. Luiz Antônio Zenni (DPAE) / Complementares: Stabile

    Projeto 2ª etapa: Arquitetura e Complementares: CBR Engenharia

    Gerenciamento dos projetos e revisões: Equipe DPAE

     

    Saiba mais sobre o Selo Procel: 

    Selo Procel Edificações

     

    Saiba mais sobre a Etiqueta PBE Edifica: 

    Etiqueta PBE-Edifica


  • DPAE publica Relatório de Gestão 2012-2015

    Publicado em 02/05/2016 às 18:50

    A Gestão do Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia – DPAE apresenta relatório gerencial com as atividades elaboradas e ações implantadas no período de 2012 a 2016.

    O objetivo deste relatório é expor as ações realizadas na Gestão DPAE 2012-2015 apresentando diagnósticos, ações implantadas e análises sobre se estas foram eficientes ou se ainda necessitam ajustes e melhorias. O intuito ainda é, além do registro, possibilitar que uma nova gestão concentre esforços de forma continuada e objetiva e não necessite buscar informações que possam estar descritas e sintetizadas no relatório onde ainda no capítulo de conclusão do relatório são apresentadas ações de continuidade propostas para a próxima gestão dentro das temáticas: Organizacional, Gestão de Projetos e Demandas Internas.

    As atividades no período de Gestão trataram da elaboração de um total de 88 Projetos onde destes 32 trataram de Novas Construções e 56 de Reformas. Além disso as atividades do DPAE envolveram a elaboração de pareceres técnicos, a participação em comissões e o assessoramentos a setores de obras, manutenção e à própria Administração.

    A Gestão DPAE 2012-2015 teve como missão institucionalizar processos, garantir livre e fácil acesso às informações departamentais e, ainda, teve como balizador de suas atividades o bem-comum e a equidade. Nesta Gestão foram também mapeados processos, publicadas Instruções Técnicas e Normativas, foram instituídos padrões de documentações e foi criada a identidade visual do Departamento.

    Acesso o relatório completo clicando aqui.

    CompletaPBFundoClaro


  • Padrões espaciais e localização de ocorrências criminais na UFSC – Campus Trindade: uma abordagem participativa.

    Publicado em 15/04/2016 às 15:18

     

    A Coordenadoria de Planejamento da UFSC (COPLAN/DPAE), com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre as condições de segurança do campus e apoiar as iniciativas acadêmicas, divulga a pesquisa “Padrões espaciais e localização de ocorrências criminais na UFSC – Campus Trindade: uma abordagem participativa” que está sendo realizada pelo grupo PET-ARQ. A pesquisa tem o objetivo de identificar locais com maior número de ocorrências criminais e, por meio de um estudo exploratório, tentar identificar padrões espaciais associados a locais mais vulneráveis aos crimes.

    Os resultados obtidos pela pesquisa poderão ser utilizados pela UFSC para que futuras decisões de planejamento englobem aspectos de segurança.

    Para isso, convida a comunidade acadêmica, que já tenha sido vítima de alguma ocorrência criminal no interior do campus, a responder o questionário apresentado no link abaixo.

    Link para o questionário: http://infoarq.arq.ufsc.br/?page_id=439

    Agradecemos a colaboração de todos.

    Padrões espaciais e localização de ocorrências criminais na UFSC – Campus Trindade: uma abordagem participativa

    Padrões espaciais e localização de ocorrências criminais na UFSC – Campus Trindade: uma abordagem participativa


  • Enquete: Como você vai pra UFSC?

    Publicado em 12/04/2016 às 9:29
    Responda ao questionário e nos ajude a conhecer melhor quem usa os bicicletários da UFSC.

    Responda ao questionário e nos ajude a conhecer melhor quem usa os bicicletários da UFSC.

     

    A Coordenadoria de Planejamento da UFSC (COPLAN/DPAE) e o Observatório de Mobilidade (CTC/UFSC) estão desenvolvendo uma parceria com o objetivo de propor ações para a melhoria da mobilidade no campus da Trindade. As ações envolvem duas modalidades de transporte: os não motorizados – a pé e bicicletas – e os motorizados – veículos públicos e particulares e as motocicletas.

    Inicialmente, com a finalidade de traçar um diagnóstico da situação atual, estão sendo realizados levantamentos em bicicletários, pontos de ônibus e estacionamentos e aplicados questionários on-line e presenciais. A intenção é coletar o maior número de informações sobre o tema em foco, para conhecer melhor e traçar o perfil dos usuários de cada modalidade de transporte no campus.

    Os questionários aplicados de forma presencial serão realizados por colaboradores devidamente identificados, em pontos de ônibus, estacionamentos, bicicletários, ou em outros locais que possam vir a ser necessários. Já os questionários on-line começam a ser disponibilizados no Site do DPAE, e também em nosso Facebook, com a pretensão de atingir o maior número possível de pessoas. Solicitando-se, assim, a colaboração de todos que transitam no interior da UFSC, para o preenchimento dos questionários.

    Em especial, convidamos os usuários de bicicletas do campus da Trindade da UFSC a participar do questionário contendo questões apresentadas referentes aos bicicletários deste campus. Este questionário tem o objetivo de identificar o perfil dos usuários de bicicleta dentro do campus e suas necessidades para que possam ser realizados projetos que considerem e melhor atendam as necessidades dos ciclistas.

    Clique aqui para acessar o questionário.

    Agradecemos a colaboração de todos.


  • UFSC reduz 5% dos custos de consumo de energia elétrica no verão 2015/2016

    Publicado em 01/04/2016 às 13:43
    verão ufsc 1 R09

    Horário de Verão Matutino: Uma ideia econômica!

     

    Trabalhar pela manhã (07:30 às 13:30)1 se mostrou mais econômico do que o antigo horário de verão (de segunda a quinta-feira das 13:00 às 19:00; e na sexta das 07:00 às 13:00).

    Ao adotar o período matutino no verão 2015/2016, a Universidade Federal de Santa Catarina teve uma redução de 5% com o custo do consumo de energia elétrica em relação ao mesmo período de dias do verão anterior (2014/2015). O valor economizado com o consumo chegou próximo aos 133 mil reais.

    Esta é a conclusão que os técnicos do DPAE obtiveram a partir da análise dos dados históricos de consumo fornecidos pela CELESC. Foram utilizados os mesmos valores de tarifa e a mesma quantidade de dias, para que a comparação fosse mais adequada.

    O valor de economia pode ser ainda maior, pois não foram consideradas nesta avaliação as faturas em baixa tensão (como, por exemplo, a fatura do Núcleo de Estudo da Terceira Idade – NETI) nem as do Hospital Universitário, em virtude do seu horário de funcionamento atípico.

    Mapa com todas as faturas de energia da UFSC pode ser acessado aqui.

    Horário determinado pela Portaria Normativa nº 64/2015/GR.


  • NOVAS OBRAS SÃO VISITADAS POR EQUIPE TÉCNICA DPAE

    Publicado em 05/02/2016 às 9:27

    Nas últimas semanas de janeiro, equipes do Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia (DPAE) visitaram mais obras em andamento da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC desta vez no Campus Trindade em Florianópolis.

    As obras visitadas tratam dos novos Blocos de Laboratórios do Centro de Filosofia e Humanas – CFH, do Laboratório de Pesquisa em Usabilidade e Linguagem para produção de conteúdos para Hipermídia- TECMIDIA e do Bloco de Salas de Aula e Laboratórios do Centro de Comunicação e Expressão – CCE.

    O Projeto dos Blocos E/F e E-Anexo do CFH, coordenado pela Arqª Giseli Zuchetto Knak, possui área construída de 6.003,25m² divididos em duas edificações, tendo uma delas 7 pavimentos (bloco E/F) e a outra 2 pavimentos (bloco E-anexo). As novas edificações abrigarão Laboratórios de Ensino e Pesquisa principalmente dos cursos de Geologia, Geografia e Oceanografia, Secretarias de coordenações e de departamentos de diversos cursos de graduação do centro de ensino, auditório, direção entre outros.

    Dentre as soluções adotadas nas edificações destacam-se:

    • Shed que permite a entrada de luz natural e funciona como extrator do ar quente (circulação do 2º pavimento do bloco E-anexo),
    • Telhado verde extensivo (bloco E-anexo), que será visualizado das edificações do entorno (bloco D do CED, bloco D do CFH e bloco E/F do CFH),
    • Brises de concreto com prateleiras de luz utilizadas nas fachadas norte dos dois blocos, para melhor aproveitamento da luz natural e redução da incidência direta da radiação solar,
    • Brises metálicos fixos nas fachadas norte e brises metálicos móveis nas fachadas oeste de ambas as edificações, para controle da entrada de luz natural nos diferentes períodos do dia e épocas do ano,
    • Cores adotadas nas fachadas: cor clara nas paredes externas dos ambientes de permanência, a fim de que absorvam pouca radiação solar, havendo menor ganho de calor e minimizando a necessidade de refrigeração artificial, e uso de cor escura nos demais ambientes (circulações verticais e copas, por exemplo).
    • Aproveitamento de água da chuva (bloco E/F) para utilização nas bacias sanitárias e nos mictórios dos sanitários.
    IMG_5084 IMG_5054 IMG_5057 IMG_5050
    CFH – Acesso CFH – Fachada CFH – Cobertura Verde CFH – Shed

    Já o TECMIDIA, vinculado à Pró-Reitoria de Pesquisa – PROPESQ trata de uma edificação que será utilizada pelo DesignLab. Este Laboratório é vinculado ao programa de Graduação e Pós-Graduação em Design e trabalho com pesquisas em mídias digitais desenvolvendo curta-metragens, séries animadas, games, simuladores e projetos de tecnologias para a saúde.

    Coordenado pela Arqª Vanessa Argenta, o projeto foi concluído em 2013 e conta com área de construção de 772,67 m² sendo constituído de um grande estúdio e áreas técnicas de apoio. A edificação conta com fachada em painéis metálicos, seguindo preceitos da construção limpa com reduzida manutenção e possui também, na área externa, uma parede de projeção, onde poderão ser exibidos os filmes produzidos no local e que poderá ser utilizado por eventos da Universidade, qualificando o espaço público.

    Jpeg IMG_5093 IMG_5095
    TECMIDIA – Fachada em painéis metálicos/ Parede de Projeção TECMIDIA – Estúdio TECMIDIA – Estúdio – Passarela de filmagem

    O CCE, já em fase de acabamentos, conta com uma área de 4611,69 m2  que abrigará salas de aula, laboratório e administração dos cursos de Cinema, Artes Cênicas e Design. Coordenado pela Arq. Leila da Silva Cardozo o projeto concluído em 2012 conta, entre outros, com os seguinte ambientes: Salas de Ensaio e o Laboratório de Estudos de Artes Cênicas que abrigará os ensaios e apresentações das montagens teatrais do curso de Artes Cênicas e Estúdios e Sala de Projeção para o curso de Cinema, os quais possuem isolamento acústico de pisos, paredes, forros e esquadrias através do sistema box in box.

    2016-01-22 09.59.28 2016-01-22 10.04.12 2016-01-22 10.49.39
    CCE – Acesso CCE – Fachada CCE – Laboratório de Estudos de Artes Cênicas

    Conheça também outros PROJETOS CONCLUÍDOS pelo DPAE e/ou confira mais fotos da obra pelo site do Departamento de Fiscalização de Obras – DFO: TECMIDIA, CFH, CCE

    Confira ainda em time-lapse com a evolução das obras do TECMIDIA.


  • Equipe do DPAE visita a obra do CBS02

    Publicado em 21/01/2016 às 11:23
    IMG_20160113_160524241_EDITADO

    Eng. Ligia (DFO) e Arq. Evandro (DPAE) acompanham a obra junto a Paulo Roberto Kammer, representante da Direção Administrativa do campus.

     

    No último dia 13 de janeiro, uma equipe do Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia (DPAE), em parceria com o Departamento de Fiscalização de Obras (DFO), realizou uma visita às obras do edifício CBS 02, em execução no campus da UFSC em Curitibanos. Do planejamento à entrega da obra, o DPAE procura acompanhar cada etapa do processo a fim de garantir a qualidade do espaço construído, seja através de visitas à obra ou assessorando os fiscais do DFO sempre que se faz necessário.

    Coordenado pelo Arq. Evandro Machado Fernandes, o projeto entregue em 2014 contempla laboratórios, salas de aula e salas administrativas para atender a demanda estancada no campus, totalizando 9.257,91 m² de área construída.

    Acompanhado da Eng. Ligia Mesquita (DFO), fiscal responsável, o arquiteto pôde conferir o andamento da obra prevista para ser entregue no segundo semestre de 2016. Para acompanhar a execução do CBS02, a comunidade pode acessar a galeria de fotos disponível no site do DFO.

    Conheça também outros projetos concluídos pelo DPAE.

     

    IMG_20160113_163641271_EDITADO

    Arq. Leila e Arq. Evandro, ambos do DPAE, avaliam o potencial visual da nova edificação.

     

     

     

     

     

     


  • DPAE atualiza mapas interativos com faturas de contratos de energia elétrica e água

    Publicado em 18/01/2016 às 9:25

     

    Já é possível conhecer o consumo de energia elétrica em diversos Campi da Universidade Federal de Santa Catarina. Anualmente produzido pela Coordenadoria de Planejamento do Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia (COPLAN/DPAE), o mapa já está atualizado com os dados do último ano.

    Para a água, há mapa disponível contemplando o Campus Trindade – as demais áreas da UFSC ainda estão sendo devidamente cadastradas.

    Desde outubro de 2015, o suporte para gestão de contratos de fornecimento de energia elétrica e água é parte da atribuição da COPLAN, em que uma das atividades associadas consiste no monitoramento e avaliação de uso racional destes recursos. Assim, foi criado o mapa que facilita a gestão destes contratos e também proporciona conhecimento aos usuários sobre o uso local destes recursos, podendo cada Campus perceber sua representatividade em comparação ao total da Instituição.

    Figura 1 - Mapa interativo - Faturas Energia Elétrica

    Figura 1 – Mapa interativo – Faturas Energia Elétrica

    Ao todo, são 82 faturas de energia elétrica e 80 faturas de água acompanhadas pelo DPAE –que totalizam um custo anual superior a 24 milhões de reais.

    Figura 2 - Resumo comparativo de consumo e custo de energia elétrica e água em 2015.

    Figura 2 – Resumo comparativo de consumo e custo de energia elétrica e água em 2015.

    Os mapas estão disponíveis no menu à esquerda do site do DPAE ou clicando abaixo:

    Conheça mais sobre a COPLAN.


  • DPAE RECEBE NOVOS INTEGRANTES EM SUA EQUIPE TÉCNICA

    Publicado em 05/01/2016 às 10:16

    A Coordenadoria de Projetos de Arquitetura e Engenharia – COPAE do Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia – DPAE recebeu, ao longo de 2015, novos servidores técnico-administrativos. Até a presente data 05 novos colaboradores integram a equipe técnica do Departamento nessa Coordenadoria.

    Uma primeira movimentação de pessoal ocorreu visando aperfeiçoar os processos dentro da Assessoria de Orçamentos de Obras – AOO do DPAE, setor integrante do organograma da COPAE.  O Departamento, além de receber a nova Engenheira Civil Isabela Maria Martins e o Técnico em Edificações Ricardo Sonntag, contou com uma reorganização interna aonde o Eng° Civil Frederico Amorim Dacoregio, que vinha trabalhando como projetista na Divisão de Projetos, assumiu a chefia do setor que conta ainda com o Técnico em Eletrotécnica Hiury Harrison dos Santos.

    Ainda na COPAE, duas novas Engenheiras Civis foram recebidas para reposição de vagas desta especialidade na Divisão de Projetos – DIP dessa Coordenadoria: Engenheira Elviane Luana Wilke e Engenheira Sabrina Kalise Heinen.

    Encerrando a equipe de novos colaboradores do DPAE, como resultado de um processo de relocação solicitado por nossa colega Arqª Ellen Thomazo de Andrade, profissional que muito contribuiu nos 3 anos que atuou no DPAE, recebemos o Arqº Igor Tadeu Lombardi de Almeida do Instituto Federal de Santa Catarina da Unidade de Blumenau – SC.

    O recebimento de novos colaboradores deu-se graças ao apoio da Secretaria de Gestão de Pessoas – SEGESP e do Professor Antônio Cezar Bornia, Pró-Reitor de Planejamento e Orçamento (PROPLAN).

    **Conheça o organograma do DPAE clicando aqui


  • DPAE faz homenagem aos profissionais da construção civil

    Publicado em 17/12/2015 às 9:46

    Dezembro é um mês que homenageia diversos profissionais da área da construção civil os quais estão diretamente relacionados às atividades de nosso Departamento. Confira nossa homenagem!

    12345464_1650386958563183_7398982972967228506_n


  • AOO realiza apresentação interna no DPAE

    Publicado em 11/12/2015 às 17:08

    Na data de hoje, dia 11/12/2015, a Assessoria de Orçamento de Obras – AOO do Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia – DPAE realizou apresentação interna à equipe do departamento, com o intuito de melhorar os processos internos de especificações de insumos e serviços que irão compor as Planilhas Orçamentárias das Obras da UFSC.

    O assessor, Eng° Frederico, apresentou a metodologia de orçamentação do setor, mecanismos de busca de especificações de serviços e insumos no SINAPI e TCPO e, ainda, fez outras sugestões para otimizar todo o processo, como a padronização das especificações de insumos e serviços na fase de projetos, que além de otimizar as atividades do setor ainda tornará as obras mais econômicas e as manutenções mais práticas.

    Confira a apresentação clicando aqui.

    IMG_3946 IMG_3947


  • CONVITE – Apresentação TCC – Áreas de Vivência e Estoque em Canteiros de Obra: Uma Avaliação de Custos

    Publicado em 18/11/2015 às 10:24

    CONVITE

     

    A Assessoria de Orçamento de Obras – AOO do Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia – DPAE convida a todos para prestigiar a apresentação
    do Trabalho de Conclusão de Curso do estagiário de Engenharia Civil do DPAE Felipe Carbonari Pereira com o tema:
    Áreas de Vivência e Estoque em Canteiros de Obra: Uma Avaliação de Custos.

    A apresentação será realizada no dia 23 de novembro de 2015, as 10:00 no prédio da Engenharia Civil da UFSC.

     


  • UFSC publica Instrução Normativa que define regras para orçamentação de obras

    Publicado em 10/11/2015 às 17:01

    Na data de 06 de novembro de 2015 foi aprovada e publicada a Instrução Normativa Nº 001/PROAD-PROPLAN/2015 que estabelece regras e normatizações para fins de orçamentação processual no tocante à contratação, repactuação e reequilíbrio econômico-financeiro de obras e serviços de engenharia no âmbito da Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC.

    A instrução busca promover a padronização de conceitos e entendimentos sobre a orçamentação de obras e serviços de engenharias com o objetivo de garantir uma maior transparência na execução dos gastos públicos, de propiciar às entidades públicas e aos órgãos de controle uma maior clareza na análise da compatibilidade de estimativas elaboradas e de trazer mais eficiência aos processos de elaboração orçamentos e gestão de contratos. Além do esclarecimento de conceitos e definições, nela apresenta-se método com estabelecimento de parâmetros ordenados para execução dos orçamentos.

    Para conhecer a Instrução Normativa 001/PROAD-PROPLAN/2015 acesse aqui.

    Maiores informações ou dúvidas sobre a Instrução podem ser consultadas à Assessoria de Orçamentos de Obras – AOO.

     


  • Pregão 298/2015 – Aquisição de elevadores com Instalação

    Publicado em 09/10/2015 às 10:03

    Aberto o Pregão 298/UFSC/2015 que tem como objeto a aquisição e instalação de 3 (três) elevadores e 1 (uma) plataforma elevatória na Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC

    SESSÃO PÚBLICA DO RDC ELETRÔNICO
    DATA 21/10/2015
    HORÁRIO 14:15 (HORÁRIO DE BRASÍLIA)
    CÓDIGO UASG 153163
    ENDEREÇO ELETRÔNICO www.comprasgovernamentais.gov.br

    Maiores informações: visite o site


  • DPAE publica 3D de projetos concluídos

    Publicado em 22/07/2015 às 13:59

    DPAE inicia disponibilização de imagens tridimensionais de projetos concluídos para os Campi da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC.

    A elaboração das perspectivas tem como objetivo dar publicidade ao trabalho projetual trazendo à comunidade Universitária uma maior percepção da expansão física da Universidade e seus Centros.

    Edificações como os novos Blocos do Centro de Ciências Biológicas – CCB e do Centro de Ciências Físicas e Matemáticas – CFM, a Ampliação da Engenharia Civil – ECV e da Engenharia Química e Alimentos – EQA do Centro Tecnológico – CTC e o segundo bloco de salas de aulas e laboratórios – CBS02 do Campus Sede de Curitibanos já tiveram suas imagens publicadas.

    As imagens estão sendo disponibilizadas no link de PROJETOS CONCLUÍDOS  no menu à esquerda do site do DPAE e também em nossa página no Facebook https://www.facebook.com/dpae.ufsc. Confira!

    CCB2 ecv

     


  • AOO inicia utilização de software para elaboração de orçamentos

    Publicado em 22/06/2015 às 15:29

    A Assessoria de Orçamentos para Obras – AOO, vinculada à Coordenadoria de Projetos de Arquitetura e Engenharia – COPAE do Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia – DPAE, tem como principal atribuição a elaboração e análise de orçamentos de obras e serviços desenvolvidos ou recebidos pelo DPAE para os diversos Campi da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC.

    Atualmente os orçamentos são elaborados em planilhas de cálculo desenvolvidas no software Excel. Essas planilhas são preenchidas com serviços e quantitativos provenientes dos projetos; composições disponibilizadas no SINAPI, ou outra fonte reconhecida, ou ainda desenvolvidas por esta Assessoria e, por fim, com preços unitários disponibilizados no SINAPI ou cotados em pesquisas de mercado. Esse processo, em função das limitações da atual ferramenta, mostra-se repetitivo, artesanal e moroso. Em função disto, essa Assessoria buscou aplicativos que pudessem aumentar a produtividade no desenvolvimento dos orçamentos.

    Desta forma, a partir desta data a AOO passará também a utilizar uma nova ferramenta para elaboração de orçamentos, que é o aplicativo online chamado SEOBRA – Sistema de Análise e Elaboração de Orçamento de Obras.

    Inicialmente o aplicativo será utilizado apenas para testes durante um breve período de aprendizado.A AOO acredita que com a utilização do aplicativo poderá aumentaSEOBRA-grander a produtividade na elaboração de orçamentos, uma vez que este permite o trabalho colaborativo, onde mais de um servidor poderá trabalhar simultaneamente em um mesmo orçamento, além também de possuir cadastro de composições e preços de diversas bases de dados, inclusive o SINAPI, que é a base oficial para pesquisa de composições de serviços e preços, conforme determina o Decreto 7983 de 2013. Utilizando um aplicativo, ao invés de planilhas de cálculo se espera também que as atualizações de orçamentos sejam feitas em grande parte automaticamente pelo aplicativo, ganhando mais uma vez em produtividade. Foram cedidas para o DPAE – Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia três licenças completas de uso do aplicativo, sem custo algum, por se tratar de uma instituição pública.

    Mais informações sobre o SEOBRA clique aqui.

     

     


  • Abertura RDC 001/2015 – Construção de estrutura e instalação de 2 (dois) elevadores panorâmicos CSE e CCS

    Publicado em 12/06/2015 às 10:45

    Aberto o processo licitatório para contratação de empresa, por meio do Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC, para fornecimento de material e mão de obra destinados à construção de estrutura e instalação de 2 (dois) elevadores panorâmicos, sem casa de máquina, com capacidade para 8 (oito) pessoas cada, a serem instalados no Bloco B do Centro Socioeconômico – CSE (CSE02) e no Bloco B do Centro de Ciências da Saúde – CCS (CCS03) da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC.

    REGIME: Empreitada por Preço Global

    MODO DE DISPUTA: Fechado

    CRITÉRIO DE JULGAMENTO: Maior Desconto

    SESSÃO PÚBLICA DO RDC ELETRÔNICO
    DATA 03/07/2015
    HORÁRIO 14:30 (HORÁRIO DE BRASÍLIA)
    CÓDIGO UASG 153163
    ENDEREÇO ELETRÔNICO www.comprasgovernamentais.gov.br

    Maiores informações: visite o site


  • Coordenadoria de Planejamento recebe novos colaboradores.

    Publicado em 26/02/2015 às 15:00

    A Coordenadoria de Planejamento de Obras (COPLAN), integrante do organograma do DPAE, vem passando por uma reformulação de sua equipe desde meados de 2014. Em maio, as arquitetas Mariana Soares, nova servidora, e Fabíola Bristot Serpa, transferida de outro campus, vieram compor o Núcleo de Planejamento Urbano junto aos arquitetos Luiz Antônio Zenni, antes lotado na Coordenadoria de Projetos (COPAE) e Camila Poeta Mangrich, que assumiu a coordenação dos trabalhos em junho.

    Contando com a colaboração da SEGESP e o apoio do Professor Antônio Cezar Bornia, Pró-reitor de Planejamento e Orçamento, a COPLAN recebeu seus novos colaboradores. A Engenheira Sanitarista Patrícia Orsi chegou em dezembro para contribuir no Núcleo de Planejamento de Infraestrutura da COPLAN e atuar no atendimento das demandas de abastecimento de água e tratamento de efluentes. Primeira a ocupar o cargo de sanitarista no DPAE, a engenheira encontra desafios para implantar melhorias na infraestrutura de saneamento existente. Ao mesmo tempo, tem a oportunidade de desenvolver e propor diretrizes para implantação das instalações sanitárias nos novos campi, garantindo o abastecimento de água e esgotamento sanitário suficiente e contínuo, e buscar a sustentabilidade das novas instalações, compatibilizando o crescimento dos campi com o mínimo de impacto ambiental possível.

    Ainda para fortalecer o núcleo, a COPLAN recebeu, neste dia 02 de março, o Engenheiro Civil Guilherme Francisco Zucatelli que, novo como servidor na UFSC, mas com experiência em projetos em fotogrametria e sensoriamento remoto, irá auxiliar no planejamento do traçado das redes de infraestrutura dos campi e demais atividades relacionadas ao cargo. Sem esquecer os nossos colegas Romão Sebastião Leandro da Silva, desenhista, e Juliana de Alano Scheffer, Técnica em Eletrotécnica que auxilia no planejamento da rede elétrica, enquanto aguarda a chegada de um engenheiro eletricista para completar nosso quadro.

    O entusiasmo dos novos servidores somados à experiência dos demais compõe uma equipe que tem sede por planejar uma universidade mais humanizada, dando o devido valor aos espaços comuns, muitas vezes esquecidas na execução das obras. A cada nova demanda atendida, o foco está nos usuários de hoje e nas gerações futuras da UFSC, tendo sempre o cuidado com os impactos que o seu crescimento pode ocasionar no entorno em que se situa.

     

    Novos Desafios

    Figura 03 – Vista área do campus com os limites delimitados em amarelo.

    Figura 03 – Vista área do campus com os limites delimitados em amarelo.

    Figura 02 – Bloco CEM 01.

    Figura 02 – Bloco CEM 01.

    Figura 01 – Visão da área Central do Terreno.

    Figura 01 – Visão da área Central do Terreno.

     

    Os desafios para esta nova equipe já iniciaram. Em 27 de janeiro, técnicos da COPLAN visitaram o campus da UFSC em Joinville para reconhecer in loco a situação em que este se encontra. Fruto do REUNI, o campus surgiu como uma expansão da UFSC para o Norte de Santa Catarina, sendo concebido inicialmente com uma estrutura técnica autônoma, sem a participação efetiva do DPAE. Em 2014, o campus volta a ser pauta do Departamento, realinhando-o ao seu fluxo de trabalho e passando por uma revisão completa do seu Plano de Ocupação original, dependendo apenas de um levantamento planialtimétrico atualizado.

    O campus conta hoje com 04 estruturas executadas em concreto pré-moldado a espera da conclusão dos projetos – CEM01 – bloco de salas de aula, auditório, salas dos professores, CEM 02 e CEM 03 – blocos de laboratórios e CEM 04 – bloco administrativo. A previsão é que o Bloco CEM01 poderá ter seu projeto concluído e sua obra retomada em 2016. Ainda durante a visita ao município a equipe encontrou-se com as concessionárias responsáveis pelo abastecimento de água e energia (Companhia Águas de Joinville e CELESC) para dar continuidade ao planejamento da infraestrutura que irá alimentar desde o Bloco CEM01 ao campus como um todo.

    Em Florianópolis, ainda para 2015, a COPLAN prevê retomar as atividades para elaboração do novo Plano Diretor da UFSC na cidade. A atual falta de diretrizes e padrões institucionais fez com que a equipe técnica do DPAE criasse, em 2014, um grupo de trabalho para iniciar uma nova proposta de estrutura de Plano Diretor e uma sugestão de método para implantação deste inicialmente nas áreas da UFSC situadas no município de Florianópolis. Esta proposta de método foi apresentada à Administração Central da UFSC em agosto e, desde então, aguarda sua aprovação no Conselho Universitário para dar início efetivo aos trabalhos.

    Clique aqui e conheça outras atividades da COPLAN.


  • DPAE ganha identidade visual

    Publicado em 19/12/2014 às 16:40

    Dentro de um grupo de iniciativas realizadas no ano de 2014 pela equipe do DPAE, com o intuito de definir ferramentas que trouxessem ao Departamento processos mais institucionalizados e que evidenciassem sua essência – sua equipe de profissionais, teve-se a ideia de criar uma identidade visual para o Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia –DPAE, um logotipo para o DPAE para que este pudesse ser utilizado em toda papelaria e documentações de projeto do Departamento (selos das pranchas, memoriais descritivos, manual da edificação, etc).

    O DPAE foi criado, através da portaria n°860/GR/2010, a partir do ETUSC – Escritório Técnico Administrativo da UFSC que à época tinha atribuições de projeto, obras e manutenção inseridas em seu corpo técnico e seu logotipo trazia essa informação com o slogan “Projetando & Construindo a UFSC”.

    ETUSCFigura 1 – Logotipo do Escritório Técnico Administrativo da UFSC – ETUSC 
     

    Com a divisão do ETUSC em dois Departamentos, separando Projetos de Obras e Manutenção, o DPAE ficou então com as atribuições de Projeto que envolvem Planejamento do Espaço Físico e Projeto das Edificações e desde 2010 não possuía logotipo ou qualquer elemento que trouxesse ao Departamento alguma identidade visual.

    Assim, a premissa básica para a criação de uma identidade visual para o DPAE era que fosse possível visualizar através da assinatura o fluxo de elaboração de um projeto de edificação na Universidade Federal de Santa Catarina, que não é expedito e necessita de diversas etapas, envolvendo desde o Planejamento (Viabilidades Técnicas, Levantamento de Necessidades e Estudos Preliminares) até o Projeto Executivo em si.

    A criação da identidade visual do DPAE foi então desenvolvida pela Coordenadoria de Design e Programação Visual, da Diretoria-Geral de Comunicação, através de um processo de criação que envolveu muitos passos semelhantes à criação de um projeto de edificação.

    Levantamento de Necessidades
    Reunião com a equipe do DPAE para buscar os valores que deveriam ser passados pela marca, os quais foram estabelecidos: evolução, crescimento, agilidade, competência e seriedade. Em resumo, a marca deveria apresentar, de forma simples, toda a complexidade envolvida no fluxo de trabalho do DPAE

    Pesquisa, concepção e desenho
    O passo seguinte foi o trabalho de pesquisa, onde foram buscadas algumas referências visuais relevantes para composição do painel semântico. A partir dele é que se iniciou a etapa de concepção gráfica da nova identidade visual que nada mais é do que aproximar o abstrato do concreto, as ideias da forma propriamente dita. Assim foram escolhidas as cores, a tipografia, o desenho do símbolo e a composição final do logotipo.

    referencias visuaisFigura 2 – Referências visuais

    Tipografia e identidade
    O próximo passo é o chamado alfabeto padrão: é com ele que todos os textos associados a uma marca (assinaturas, slogans, textos complementares) serão grafados. Isto auxilia no processo de fixação da nova marca e promove a unidade visual da identidade proposta. No caso específico deste projeto, a tipografia não-serifada chamada Dosis foi escolhida para servir como base para os textos associados à marca.

    O nome escrito
    Seguindo uma tendência na criação de logotipos, optou-se pela escrita do nome da marca totalmente em minúsculas. Tal providência traz à marca o conceito de dinamismo, contemporaneidade e, ainda, um ar mais humano, menos cartesiano, uma vez que as letras maiúsculas (ou caixa alta), com o advento da internet, adquiriram uma percepção, por parte da maioria das pessoas de algo agressivo e intimidador, semelhante ao “falar alto” em uma conversa. É importante, ainda, observar que as letras foram desenhadas uma a uma, para atender, inclusive a concepção de pares entre o D e P, e entre o A e o E, configurando um trocadilho visual que harmoniza a composição.

    Aplicação preferencial – A Identidade visual do DPAE
    O logotipo é resultado da soma do símbolo com o nome escrito, onde o símbolo gráfico adotado remete ao símbolo da engenharia, inspirado num catavento, que é bastante carregado de simbologia como energia, movimento, dinâmica.
    Assim apresenta-se a versão preferencial de uso do logotipo: em preto e branco, com a assinatura completa (o nome do Departamento por extenso) e o logotipo acompanhado do símbolo gráfico de apoio, inspirado nos conceitos adotados para a marca.

    CompletaPBFundoClaroFigura 3 – Assinatura Visual DPAE

  • Equipe DPAE participa de curso sobre Gestão de Projetos

    Publicado em 16/12/2014 às 8:31

    Nas primeiras semanas de dezembro uma equipe do DPAE (constituída pelo Diretor Eng° Elias Sebastião Andrade, pela Coordenadora de Planejamento Arqª Camila Poeta Mangrich, pela Chefe da Divisão de Projeto Engª Carolina Cannella Peña e pelo Chefe da Divisão de Eficiência Energética Eng° Irvando Speranzini) participou do curso de capacitação, oferecido pelo programa de Capacitação da Universidade Federal de Santa Catarina, ministrado pelos servidores André Dyck e Maurício Rissi sobre Gestão de Projetos e utilização de software para gerenciamento GP-WEB.

    O curso apresentou os fundamentos da gerência de projetos elencando os processos envolvidos no gerenciamento, os objetos gerenciáveis (projetos, operações, processos, portfólios, programas), as figuras envolvidas nessa gestão como o Gerente de Projetos e o Escritório de Projetos e o papel destes na gestão de projetos.

    Atualmente em sua 5ª Edição o Guia PMBOK® – O Guia do Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos – , referência principal do curso, traz as boas práticas na gestão de projetos possuindo informações consensuais que foram identificados por profissionais da área as quais, se implementadas, podem ampliar as chances de sucesso de um projeto.

    De acordo com o PMBOK os processos para gerenciamento fazem parte de todo o ciclo de vida de um projeto e podem ser classificados em 05 grupos: Processos de Iniciação, Processos de Planejamento, Processos de Execução, Processos de Monitoramento e Controle e Processos de Encerramento conforme ilustra a figura a seguir.

    processos de gestão

    Figura 1 – Grupos de processos de projeto

     Os processos e atividades do gerenciamento de projetos estão ainda agrupados em áreas de conhecimento as quais:

    • Gerenciamento da integração do projeto;
    • Gerenciamento do escopo do projeto;
    • Gerenciamento do tempo do projeto;
    • Gerenciamento dos custos do projeto;
    • Gerenciamento da qualidade do projeto;
    • Gerenciamento dos recursos humanos do projeto;
    • Gerenciamento das comunicações do projeto;
    • Gerenciamento dos riscos do projeto;
    • Gerenciamento das aquisições do projeto;
    • Gerenciamento das partes interessadas do projeto.

    Estrutura Analítica de Projeto – EAP

    A EAP, estrutura analítica do projeto define as entregas do projeto e sua decomposição em Pacotes de trabalho fornecendo uma visão estruturada das entregas do projeto e é um ótimo instrumento para alinhar o entendimento do projeto e integrar todas as áreas.

    Ferramenta básica para Gestão de Escopo do projeto, a EAP deve ser decomposta em níveis que permitam seu adequado gerenciamento e que garantam a qualidade do projeto (sugere-se que os pacotes de trabalhos devem ter entre 4h a 40h).

    Algumas informações interessantes

    • De forma geral, 90% do trabalho de um gerente de projetos trata de comunicação, isto é, uma das características fundamentais desta figura é possuir habilidade interpessoal. Além disso, o papel do gestor trata de balancear itens como escopo, custo, cronograma, RH, cronograma, riscos e qualidade mantendo o ritmo e o norte proposto no início do projeto.
    • As figuras de liderança no gerenciamento dependem da estrutura organizacional da empresa/Instituição.
    • Todos os processos envolvidos em um projeto devem ser definidos junto à equipe de projeto;
    • Um item importante no planejamento é o levantamento/mapeamento de riscos;
    • Premissa x Restrição: Premissa trata de algo fora de sua alçada e incerto, uma hipótese, algo que se assume como verdadeiro para o início do projeto por não se ter informações suficientes. Já a restrição é algo conhecido, real, são limitações impostas interna ou externamente ao projeto.

    As apresentações utilizadas nas aulas teóricas estão disponíveis para acesso público no Prezzi:

    Aula 1 – Gerenciamento de Projetos

    Aula 2 – Gerenciamento de Projetos


  • 15 de dezembro – Dia do Arquiteto e Urbanista

    Publicado em 15/12/2014 às 12:06

    O Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia – DPAE parabeniza à todos os Arquitetos de sua equipe e aos demais parceiros de profissão que dedicam-se na projeção e construção de uma Universidade de qualidade que vá além de espaços e volumes, que crie formas de promover uma vida melhor, diante dos desafios diários da profissão.

    Parabéns pelo seu dia!

    Dia-do-Arquiteto2


  • 11 de dezembro – Dia do Engenheiro

    Publicado em 11/12/2014 às 13:05

    O Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia – DPAE parabeniza à todos os Engenheiros de sua equipe e aos demais parceiros de Engenharia que contribuem e dedicam-se na idealização e construção de uma Universidade segura, eficiente e de qualidade buscando sempre aprimorar-se diante dos desafios diários da profissão.

    Parabéns pelo seu dia!

    A simplicidade é o grau máximo da


  • Abertura RDC 010/2014 – Construção do Bloco 02 de Salas de Aula e Laboratórios (CBS-02) do Campus de Curitibanos

    Publicado em 10/12/2014 às 22:20

    Aberto o processo licitatório para contratação de empresa, por meio do Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC 010/2014/UFSC, para fornecimento de material e mão de obra destinados à construção do Bloco 02 de Salas de Aula e Laboratórios (CBS-02) do Campus de Curitibanos da Universidade Federal de Santa Catarina (área = 9.257,91m2).

    A data de abertura será em 25/11/2014 as 09:30 na Rua Desembargador Vitor Lima n.º 222, 5º Andar – Prédio da Reitoria II, Edifício Santa Clara – Bairro: Trindade, Florianópolis/SC.

    • PROTOCOLO DA DOCUMENTAÇÃO E CREDENCIAMENTO: SALA 501 ATÉ ÀS 09:00h.
    • SESSÃO PÚBLICA: LOJA 02 – PISO TÉRREO – NA SALA DE LICITAÇÕES – 09:30h.

    Maiores informações: visite o site


  • Abertura RDC 012/2014 – Reforma do Bloco A e Bloco B – CCE

    Publicado em 07/11/2014 às 10:06

    Aberto o processo licitatório para contratação de empresa, por meio do Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC 012/2014/UFSC, para fornecimento de material e mão de obra destinados à reforma do Bloco A e Bloco B para adequação de acessibilidade e sistema preventivo contra incêndio no Centro de Comunicação e Expressão – CCE da Universidade Federal de Santa Catarina (área = 7.716,14 m2).

    A data de abertura será em 26/11/2014 as 09:30 na Rua Desembargador Vitor Lima n.º 222, 5º Andar – Prédio da Reitoria II, Edifício Santa Clara – Bairro: Trindade, Florianópolis/SC.

    • SESSÃO PÚBLICA: LOJA 02 – PISO TÉRREO – NA SALA DE LICITAÇÕES – 09:30h.

    Maiores informações: visite o site


  • Abertura RDC 010/2014 – Construção do Bloco 02 de Salas de Aula e Laboratórios (CBS-02) do Campus de Curitibanos

    Publicado em 07/11/2014 às 9:56

    Aberto o processo licitatório para contratação de empresa, por meio do Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC 010/2014/UFSC, para fornecimento de material e mão de obra destinados à construção do Bloco 02 de Salas de Aula e Laboratórios (CBS-02) do Campus de Curitibanos da Universidade Federal de Santa Catarina (área = 9.257,91m2).

    A data de abertura será em 25/11/2014 as 09:30 na Rua Desembargador Vitor Lima n.º 222, 5º Andar – Prédio da Reitoria II, Edifício Santa Clara – Bairro: Trindade, Florianópolis/SC.

    • PROTOCOLO DA DOCUMENTAÇÃO E CREDENCIAMENTO: SALA 501 ATÉ ÀS 09:00h.
    • SESSÃO PÚBLICA: LOJA 02 – PISO TÉRREO – NA SALA DE LICITAÇÕES – 09:30h.

    Maiores informações: visite o site


  • Abertura RDC 008/2014 – Construção de Bloco de Ligação e Ampliação dos Blocos A e B – Engenharia Civil, Centro Tecnológico – CTC

    Publicado em 03/10/2014 às 13:37

    Aberto o processo licitatório para contratação de empresa, por meio do Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC 008/2014/UFSC, para fornecimento de material e mão de obra destinados à ampliação dos Blocos A e B e construção do Bloco de Ligação dos prédios da Engenharia Civil do Centro Tecnológico – CTC da Universidade Federal de Santa Catarina (área = 2.516,91 m2).

    A data de abertura será em 29/10/2014 as 09:30 na Rua Desembargador Vitor Lima n.º 222, 5º Andar – Prédio da Reitoria II, Edifício Santa Clara – Bairro: Trindade, Florianópolis/SC.

    • PROTOCOLO DA DOCUMENTAÇÃO E CREDENCIAMENTO: SALA 501 ATÉ ÀS 09:00h.
    • SESSÃO PÚBLICA: LOJA 02 – PISO TÉRREO – NA SALA DE LICITAÇÕES – 09:30h.

    Maiores informações: visite o site


  • Abertura RDC 006/2014 – Construção de Edificação para o Laboratório TECMÍDIA do Centro de Comunicação e Expressão – CCE

    Publicado em 29/09/2014 às 18:57

    Aberto o processo licitatório para contratação de empresa, por meio do Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC 006/2014/UFSC, para fornecimento de material e mão de obra destinados à construção de edificação para o Laboratório TECMÍDIA do Centro de Comunicação e Expressão – CCE da Universidade Federal de Santa Catarina (área = 772,67m2).

    A data de abertura será em 07/10/2014 as 09:30 na Rua Desembargador Vitor Lima n.º 222, 5º Andar – Prédio da Reitoria II, Edifício Santa Clara – Bairro: Trindade, Florianópolis/SC.

    • PROTOCOLO DA DOCUMENTAÇÃO E CREDENCIAMENTO: SALA 501 ATÉ ÀS 09:00h.
    • SESSÃO PÚBLICA: LOJA 02 – PISO TÉRREO – NA SALA DE LICITAÇÕES – 09:30h.

    Maiores informações: visite o site


  • TÉCNICOS DO DPAE PARTICIPAM DE OFICINA DE DESENHO DO PLAMUS

    Publicado em 13/08/2014 às 9:58

    Com a participação de técnicos da COPLAN/DPAE, a Oficina de Desenho de Espaços Públicos do PLAMUS (Plano de Mobilidade Urbana Sustentável), realizada entre os dias 24 de julho e 01 de agosto na Grande Florianópolis, promovida pelo ITDP Brasil e Logit Engenharia e ministrada pelo arquiteto Michael King chega ao fim. Foram seis dias – dividido em três módulos – de intensa atividade e muito entusiasmo com a participação de técnicos da área do sul do Brasil.

    Sob a orientação do arquiteto e urbanista norte americano Michael King, foram realizadas atividades teóricas e práticas sobre mobilidade urbana. Conceitos como ruas compartilhadas, ruas completas, vocação e papel de áreas urbanas, classificação e hierarquização de vias/ruas, moderação de tráfego, entre outros, foram discutidos e casos de requalificação de áreas urbanas implantados em diversos lugares do mundo foram apresentados. Seguiram-se visitas técnicas em áreas estratégicas de Florianópolis, São José e Biguaçu, com o objetivo de realizar a análise, diagnóstico e simular a aplicação dos conceitos de ruas compartilhadas e moderação de tráfego.

    A ideia é proporcionar o maior grau possível de convivência entre as pessoas, invertendo a lógica da cultura do carro, dando lugar a espaços públicos de convivência, a transporte público coletivo de qualidade e a ruas compartilhadas entre pedestres, ciclistas e motoristas, estimulando também projetos que promovam a integração entre áreas públicas e privadas. Em essência é procurar alcançar o conceito de cidade feliz.

    Para a UFSC, esta é uma excelente oportunidade para que a experiência assimilada na Oficina faça parte da metodologia e das discussões em andamento sobre mobilidade, relação entre os espaços públicos e privados, compartilhamento de áreas, equipamentos urbanos, moderação de tráfego, caminhos seguros, sustentabilidade, etc. Em suma, definir o caráter que se quer atribuir aos campi.

    Acesse o site do PLAMUS e saiba mais.

    01 02 03 04 05 06


  • DPAE publica fluxograma com processo de elaboração de projetos na UFSC

    Publicado em 04/08/2014 às 13:10

    Objetivando apresentar a toda comunidade Universitária como os projetos de Arquitetura e Engenharia são desenvolvidos na Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, o Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia – DPAE – atualmente vinculado à Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento – PROPLAN – sintetizou, em um fluxograma didático, o passo-a-passo da elaboração de um projeto para implantação de uma nova edificação na UFSC.

    O fluxograma apresenta as etapas internas e externas, os agentes envolvidos e/ou responsáveis em cada fase e os produtos gerados ao longo do processo.

    A intenção é permitir que o usuário compreenda a complexidade do processo, visualizando que desde a solicitação da demanda até o início da execução da obra, diversas atividades importantes e pertinentes devem ser procedidas e exigem recursos.

    As atividades apresentadas tratam de três grandes etapas:

    SOLICITAÇÃO: Nesta etapa elencam-se atividades que determinam o que o projeto irá atender. É nesta fase que serão detalhados pelo usuário as necessidades e aspirações para a edificação. A partir da solicitação, formalizada à PROPLAN via SPA (Sistema de Processos Administrativos da UFSC), a Administração avalia o interesse institucional sobre a mesma e analisa se a intervenção pode entrar na previsão orçamentária da UFSC. A partir de avaliação positiva nesta fase, conjuntamente com a Administração Central, é avaliado se o projeto será elaborado internamente no DPAE ou será contratado externamente.

    PLANEJAMENTO: Com as necessidades homologadas e o limite orçamentário definido inicia-se o processo de Planejamento da Edificação. Esta etapa dá início ao trabalho conjunto das duas coordenadorias do DPAE (Coordenadoria de Planejamento- COPLAN e Coordenadoria de Projetos -COPAE) na concepção da melhor solução para o atendimento da demanda, desde estudos de implantação, pré-dimensionamentos e estudos de volumetria até a conceituação da proposta da edificação (Estudo Preliminar). Nesta etapa, as viabilidades técnicas de urbanismo, ambiental e de infraestrutura são apresentadas. O conjunto destas informações definirá os limitantes da edificação (gabaritos máximo, ocupação máxima, áreas de preservação) e previsões da demanda que a edificação gerará para os sistemas existentes (infraestruturas elétrica, cabeamento estruturado, água e esgoto necessárias ou existentes que podem ser utilizadas). O Estudo Preliminar, um dos produtos desta grande etapa, é a fase do projeto onde são previstas as soluções formais da edificação através da concepção e representação das informações técnicas e de elementos necessários ao inter-relacionamento das diversas especialidades envolvidas (plantas, cortes, fachadas, elevações, detalhes, perspectivas, etc.).  Esta etapa de planejamento é necessária tanto aos projetos elaborados internamente quanto aos projetos terceirizados.

    PROJETO: Nesta etapa iniciam-se as especificações dos sistemas e materiais (Anteprojeto). É também nesta fase que os projetos (Projeto Legal) devem ser avaliados e aprovados por órgãos como a Prefeitura Municipal, Vigilância Sanitária e Corpo de Bombeiros para que possam então ser detalhados, quantificados, orçados e encaminhados para a contratação da obra (Projeto Executivo). Em caso de terceirização desta etapa, o DPAE, através da COPAE, também tem atividades relacionadas onde se destacam a fiscalização do contrato e a avaliação periódica do material elaborado pela contratada.

    Este fluxograma implicará também a adequação da ordenação das demandas e da formalização destas onde toda solicitação será enviada à PROPLAN, e será por ela avaliada, e somente após sua anuência será dado início ao atendimento pelo DPAE. Destaca-se também que o SPA será o principal instrumento de controle do processo, onde constará toda a instrução que deu a cabo a implantação de uma nova obra (desde a solicitação do usuário até a conclusão do projeto) e onde o fluxo proposto poderá ser visualizado por todos os interessados.

    Além disso, a publicação do fluxograma vai ao encontro da futura divulgação de todas as atividades em andamento dentro do DPAE, onde desta forma dar-se-á maior publicidade ao processo sendo possível acompanhar exatamente em que fase o projeto encontra-se.

    A ideia é, em breve, adaptar este fluxograma para apresentar o processo de um projeto de Reforma, intervenção onde diversas etapas diferem e onde as atividades que envolvem o DPAE são em maior número (envolvendo atividades no dimensionamento da demanda com avaliações da edificação existente e seus sistemas, verificações de aproveitamento das instalações existentes e previsões de intervenções necessárias).

    O fluxograma apresentado na imagem abaixo está disponível no site do DPAE no menu principal à esquerda em ENTENDA O PROCESSO.

    FLUXOGRAMA DPAE_V8


  • PROCESSO SELETIVO – ESTÁGIO DPAE – VAGAS PARA GRADUANDOS DE ARQUITETURA E ENGENHARIA CIVIL

    Publicado em 15/07/2014 às 20:45

    cartaz_estagio


  • Governo torna obrigatória eficiência energética para edifícios públicos federais

    Publicado em 07/07/2014 às 18:32

    **Matéria publicada pelo Jornal Notícias do Dia em 04/07/2014

    Desde a década de 1990, quando um decreto presidencial criou o selo Procel de eficiência energética, muitos brasileiros começaram a prestar atenção na etiqueta indicativa de consumo antes de comprar um eletrodoméstico. A obrigatoriedade do selo foi estendida para edifícios públicos federais no mês passado através da publicação no Diário Oficial da União pela Secretaria de Logística e Tecnologia, órgão vinculado ao MPOG (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão) , no último dia 5 de junho, da normativa IN02/2014 que obriga edificações novas ou que passem pelo retrofit (denominação de obra reforma que altere os sistemas de iluminação, condicionamento de ar ou o envoltório da edificação) a serem etiquetadas.

    Dos 25 prédios públicos que já possuem a ENCE (Etiqueta Nacional de Conservação de Energia) no país, cinco estão em Florianópolis e, destes 05 (cinco), quatro são prédios do campus da UFSC em Florianópolis, entre eles, o restaurante universitário – RU. “A edificação possui cores claras, tornando o ambiente interno mais agradável em dias quentes. Outro ponto é o sombreamento dos corredores laterais externos, e também a iluminação natural. Uma das principais medidas para garantir a aclimatação interna foi a construção de um jardim no teto, que também alivia o calor”, explicou a engenheira civil Juliana May Sangoi, do Organismo de Inspeção em Eficiência Energética de Edificações (OI3E), única empresa credenciada pelo Inmetro para emitir o selo de eficiência energética no país.

    RUFigura 1 – Restaurante Universitário

    A OI3E é ligada à fundação CERTI. Para referendar um edifício com a classificação que vai de A a E, dependendo dos resultados, o processo demora um mês, se a construção já estiver pronta. “Avaliamos principalmente três itens: arquitetura, iluminação e condicionamento de ar. Além disso, podemos dar alguns pontos extras se o prédio tiver fonte renovável de energia e reutilizar água da chuva, por exemplo. Há casos de locais que economizam 32% de energia após essas medidas”, disse Juliana.

    Edifícios antigos também podem receber selo

    O programa de  avaliação de consumo de energia em prédios começou a ser feito em 2009. Casas, prédios residenciais e comerciais também podem passar pelo processo de etiquetagem, que é feito em duas etapas: desde a inspeção do projeto de construção, ou então análise de retrofit da edificação já construída.

    O que é avaliado em um prédio:

    • Fachada e envoltório: devem evitar o calor ou o frio excessivo na área interna.
    • Iluminação: aberturas no teto devem permitir a iluminação natural .
    • Condicionamento de ar: uma boa ventilação natural reduz o consumo de energia pelo uso de ventiladores e aparelhos de ar-condicionado.

    OBS: Contam pontos extras edificações que tenham equipamentos de geração de energia limpa, como placas solares, e reutilizem água da chuva.

     

     


  • DPAE publica mapa interativo com faturas de contratos de energia elétrica

    Publicado em 02/06/2014 às 12:59

    Já é possível conhecer o consumo de energia elétrica em diversos Campi da Universidade Federal de Santa Catarina.

    Atualmente o suporte para gestão de contratos de fornecimento de energia elétrica e água é parte da atribuição da Coordenadoria de Planejamento – COPLAN do Departamento de projetos de Arquitetura e Engenharia – DPAE onde uma das atividades associadas consiste no monitoramento e avaliação de uso racional destes recursos. Desta forma, foram criados mapas que permitem a gestão destes contratos e também o conhecimento por parte dos usuários do uso local destes recursos podendo cada Campus perceber sua representatividade de recursos comparada ao total da Instituição.

    Estes mapas estão disponíveis no menu Documentação Técnica>Mapas à esquerda do menu principal do site do DPAE ou clicando aqui.

    Em breve outros mapas estarão disponibilizados em nosso site os quais apresentarão informações de ocupação do espaço físico.

    Conheça mais sobre a COPLAN clicando aqui.

    Figura 1 – Mapa interativo – Faturas Energia Elétrica


  • DPAE participa da Semana Experimental de Arquitetura

    Publicado em 22/05/2014 às 11:59

    Na semana de 12/05/2014 a 16/05/2014 foi realizada a Semana Experimental de Arquitetura – A UFSC e sua relação com a cidade. Esta semana foi criada e organizada pelos alunos do curso de graduação de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Santa Catarina. A ideia surgiu a partir das avaliações de curso ocorridas nos últimos anos onde se diagnosticou, pelos próprios alunos, a falta de integração entre os conteúdos do atual currículo e a prática profissional. A semana teve como objetivo a prática experimental pedagógica de arquitetura baseado em um ateliê integrado o qual teve como ferramenta de suporte técnico diversas aulas e palestras ministradas.

    Além do fornecimento de materiais para trabalho nos ateliês como o mapa-base do campus UFSC Trindade e os mapas temáticos elaborados em 2012 pelas equipes do Comitê de Uso Racional de Recursos, o Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia – DPAE participou de palestra no evento no dia 14/05/2014. Na primeira etapa da palestra, o DPAE, representado pelo Arquiteto Evandro Machado Fernandes, apresentou as informações gerais do Departamento como atribuições, equipe e organograma. Além disso, neste primeiro momento foi apresentado um fluxo do processo de elaboração de projeto de uma nova edificação na UFSC apresentando todas as etapas envolvidas no processo de planejamento e projeto de obras na UFSC e também elencadas as atividades de planejamento e projetos concluídos e em andamento no Departamento. Sobre projetos concluídos apresentou-se a estatística de 91 projetos concluídos nos últimos 5 anos ondes destes 45 foram de novas edificações e 46 de reformas. Numa segunda etapa, o Arquiteto Luiz Antônio Zenni apresentou um histórico sobre a evolução do espaço físico do Campus Trindade com a apresentação das diversas estratégias de planejamento ao longo dos anos com um resgate histórico desde a década de 60, época de criação da UFSC.

    Confira as apresentações do DPAE:

    Maiores informações sobre a Semana Experimental clique aqui.

        



  • Abertura RDC 001/2014 – Construção da Ampliação do Departamento de Engenharia Química e de Alimentos – EQA

    Publicado em 06/05/2014 às 13:31

    Aberto nesta terça-feira (06/05) o processo licitatório para contratação de empresa, por meio do Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC 001/2014/UFSC, para fornecimento de material e mão de obra destinados à construção de ampliação do prédio do Departamento de Engenharia Química e Engenharia de Alimentos (CTC-EQA, Bloco A, Etapa 1) da Universidade Federal de Santa Catarina (área = 2.486,77 m2).

    A data de abertura será em 27/05/2014 as 09:30 na Rua Desembargador Vitor Lima n.º 222, 5º Andar – Prédio da Reitoria II, Edifício Santa Clara – Bairro: Trindade, Florianópolis/SC.

    • PROTOCOLO DA DOCUMENTAÇÃO E CREDENCIAMENTO: SALA 501 ATÉ ÀS 09:00h.
    • SESSÃO PÚBLICA: LOJA 02 – PISO TÉRREO – NA SALA DE LICITAÇÕES – 09:30h.

    Maiores informações: visite o site


  • Abertura RDC 003/2014 – Reforma Centro de Comunicação e Expressão – CCE

    Publicado em 25/04/2014 às 20:00

    Aberto nesta sexta-feira (25/04) o processo licitatório para contratação de empresa, por meio do Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC 003/2014/UFSC, para fornecimento de material e mão de obra destinados à Reforma dos laboratórios de rádio e telejornalismo, auditório Henrique Fontes, vestiário de artes cênicas e laboratório de figurinos do Centro de Comunicação e Expressão – CCE da Universidade Federal de Santa Catarina (área = 563,40 m2).

    A data de abertura será em 20/05/2014 as 09:30 na Rua Desembargador Vitor Lima n.º 222, 5º Andar – Prédio da Reitoria II, Edifício Santa Clara – Bairro: Trindade, Florianópolis/SC.

    • PROTOCOLO DA DOCUMENTAÇÃO E CREDENCIAMENTO: SALA 501 ATÉ ÀS 09:00h.
    • SESSÃO PÚBLICA: LOJA 02 – PISO TÉRREO – NA SALA DE LICITAÇÕES – 09:30h.

    Maiores informações: visite o site


  • Abertura RDC 002/2014 – Construção da Segunda Etapa da Usina de Alimentos – CCA – adiamento do certame

    Publicado em 23/04/2014 às 12:29

    COMUNICADO:  Tendo em vista os últimos acontecimentos na Universidade Federal de Santa Catarina, motivados pelo movimento grevista, o DPL comunica a todos os interessados que está adiando a abertura do certame previsto para o próximo dia 15/05/2014 às 09:30h. A abertura do certame fica transferida para o próximo dia 23 de Maio de 2014, às 09:30h. Entrega dos envelopes até às 09:00h desta mesma data.

    ———————

    Aberto nesta terça-feira (22/04) o processo licitatório para contratação de empresa, por meio do Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC 002/2014/UFSC, para fornecimento de material e mão de obra destinados à construção da segunda etapa do prédio da Usina de Alimentos do Centro de Ciências Agrárias – CCA da Universidade Federal de Santa Catarina (área = 593,20 m2).

    A data de abertura será em 23/05/2014 as 09:30 na Rua Desembargador Vitor Lima n.º 222, 5º Andar – Prédio da Reitoria II, Edifício Santa Clara – Bairro: Trindade, Florianópolis/SC.

    • PROTOCOLO DA DOCUMENTAÇÃO E CREDENCIAMENTO: SALA 501 ATÉ ÀS 09:00h.
    • SESSÃO PÚBLICA: LOJA 02 – PISO TÉRREO – NA SALA DE LICITAÇÕES – 09:30h.
    Maiores informações: visite o site

  • DPAE faz balanço de projetos elaborados em 2013

    Publicado em 04/04/2014 às 14:35

    O ano de 2014 inicia com diversas novas obras na Universidade Federal de Santa Catarina  refletindo um ano de muita produção no Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia – DPAE, o qual finalizou um total de 22 projetos em 2013 envolvendo novas edificações e reformas. Além disso, em 2013 o Departamento também elaborou pareceres técnicos, consultas de viabilidade e estudos de ocupação, dos quais se destaca o Campus Sede de Curitibanos que teve seu Plano de Ocupação proposto e que aguarda formalização do Campus para homologar a proposta.

    Figura 1 – Campus Sede – Curitibanos – Plano de Ocupação Proposto

    Dentre os projetos atendidos encontram-se a ampliação do Centro de Ciências Biológicas  – CCB com três novas edificações, sendo duas edificações com Laboratórios de Ensino distribuídos em 8 pavimentos e ainda uma Unidade Administrativa de 5 pavimentos totalizando 13.080,70m² de área a ser construída.

    Outro projeto concluído no ano de 2013 refere-se ao TECMIDIA. Com área de 770m2, a edificação receberá o Laboratório de Pesquisa em Usabilidade e Linguagem para produção de conteúdos para Hipermídia, projeto de pesquisa apoiado pelo CT-INFRA. A edificação receberá grupos de pesquisa em áreas como Animações 3D, Serious Game e RFID (Radio Frequency Identification). Um dos destaques da edificação é a possibilidade de projeções em um painel externo colocado em sua Fachada Leste.

    Para o Centro de Comunicação e Expressão – CCE  foi verificada a necessidade de adequação geral do Bloco A. Em acordo com o Centro e com as limitações impostas pelas intervenções a serem feitas com o prédio em funcionamento, a Reforma foi dividida em três etapas, duas das quais tiveram seus projetos concluídos no ano de 2013:

    • Etapa I: Adequação da Prevenção contra Incêndio, Quesitos de acessibilidade e Adequação do sistema de Climatização da TV Radio Jornalismo e do Auditório Henrique Fontes no Bloco B – PROJETO CONCLUÍDO;
    • Etapa II: Revitalização do Vestiário de Artes Cênicas e Adequação do Laboratório de Figurinos localizados nos modulados (CFM) – PROJETO CONCLUÍDO;
    • Etapa III: Adequação Elétrica (envolvendo também cabeamento estruturado e segurança patrimonial) para o Bloco A – PROJETO EM ANDAMENTO.

    Para o Centro de Desportos – CDS foi finalizado o projeto de uma nova pista de atletismo que substituirá a existente. A nova pista contará com oito raias, pista de 400 metros, nas dimensões e características recomendadas pela Confederação Brasileira de Atletismo de modo a possibilitar a certificação pela IAAF (International Association of Athletics Federations), além de uma pista de 100 metros, duas pistas de salto com vara, duas pistas de salto triplo e extensão, duas bases para lançamento de peso, uma pista para lançamento de dardo e mais duas pistas para salto em altura. Através da RDC 016/2013 este projeto teve sua obra licitada em dezembro de 2013.

    Outro projeto concluído em 2013 trata da ampliação da reserva de água da Moradia Estudantil com a implantação de dois reservatórios inferiores o que reduzirá os problemas com falta de água. Esta obra já se encontra em andamento.

    Os Campi Sul da Ilha e Curitibanos também foram contemplados com projetos de novas edificações como o Bezerreiro, Centro de Ordenha, Infraestrutura de Distribuição de Água e Energia Elétrica e de Drenagem e Irrigação para a Fazenda Experimental do Centro de Ciências Agrárias – CCA e o Galpão Vegetal atendendo às atividades na Fazenda Experimental Agropecuária do Campus Curitibanos.

    Além de novas construções, muitas reformas foram atendidas pelo Departamento em 2013 como o projeto para Reforma do Centro de Biologia Molecular Estrutural – CeBiMe com a conclusão da edificação para seu uso de forma integral. Também foram concluídos os projetos de reforma do Centro de Materiais e Esterilização – CME do Departamento de Odontologia, ampliação da área de estocagem do LabSolos/LabPavimentação do Departamento de Engenharia Civil, adequação de prevenção contra incêndio na Biblioteca Setorial do Centro de Ciências da Educação – CED, adequação de climatização da Farmacologia no Centro de Ciências Biológicas – CCB, adequações das rampas do Biotério e do LabInovação do Departamento de Engenharia de Controle e Automação, dentre outros.

    Todas as obras em andamento na Universidade, resultantes dos projetos provenientes do DPAE, podem ser acompanhadas no site do Departamento de Fiscalização de Obras – DFO (http://dfo.ufsc.br).

    Figura 2 – Campus Trindade – MORADIA – Reservatórios – Fachada Principal

    Figura 3 – Campus Sul da Ilha – BEZERREIRO – Elevação

    2014 será mais um ano de grande esforço para o Departamento

    A demanda de ampliação de Espaço Físico da UFSC em todos os Campi da Universidade continua com força no ano de 2014. Já se somam mais de 80 demandas solicitadas ao DPAE que estão sendo avaliadas e priorizadas junto à Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento.

    No início deste ano o DPAE já encaminhou o projeto concluído de Ampliação do Departamento de Engenharia Química e de Alimentos – EQA para contratação de suas obras e as especificações arquitetônicas para aquisição de Container Bar que antenderá à demanda de lanchonete na área do Centro Sócio-Econômico – CSE. Além disso, estão em fase de finalização de orçamentos os projetos para as obras de Ampliação do Departamento de Engenharia Civil (ampliação dos Blocos A e B e construção de bloco de ligação) e de implantação de elevadores em diversas edificações (Departamento de Engenharia de Produção, Departamento de Engenharia Sanitária, Núcleo de Capacitação do Hospital Universitário – HU, Microscopia, Centro de Ciências da Saúde – CCS e Centro Sócio-Econômico – CSE) do Campus Trindade ampliando a acessibilidade nestes locais.

    Foi assinado, ainda, o contrato de elaboração do Projeto do Hospital Clínico Veterinário – HCV de Curitibanos e está em andamento o levantamento topográfico completo dos três terrenos da UFSC neste município (Campus Sede, Fazenda Experimental e Fazenda Agropecuária). Ainda para Curitibanos destaca-se que o projeto de uma nova edificação com Salas de Aula e Laboratórios de Ensino – CBS02 – que está em fase final de elaboração e já possui seu Projeto de Prevenção Contra Incêndio aprovado pelo Corpo de Bombeiros.

    Neste início de ano destacamos ainda a elaboração de projetos para o Campus Joinville. Este Centro está finalizando, através de sua Comissão de Espaço Físico, o programa de necessidades que complementará o Termo de Referência gerado pelo DPAE para que então sejam contratados os projetos do Bloco CEM01 que tem mais de 11.000m2.

    Figura 4 – Campus Trindade – CSE – Container Bar – Perspectiva Geral

     
    Figura 5 – Campus Sede Curitibanos – CBS02  

    Assessoria

    Vale destacar que além da gestão e elaboração de projetos para todos os Campi da Universidade Federal de Santa Catarina, o Departamento de Projetos de Arquitetura e Engenharia possui como atividades recorrentes a assessoria e consultoria aos setores como o Departamento de Fiscalização de Obras – DFO, o Departamento de Manutenção Predial e de Infraestrutura – DMPI, Departamento de Licitações – DPL, Departamento de Compras – DCOM e Administração Central.

     Site

    Visando permitir que todos os usuários acompanhem o status de elaboração do projeto, tornando o processo ainda mais transparente, o DPAE estabeleceu também como meta de 2014 a reativação e manutenção de seu website onde periodicamente serão atualizadas informações dos projetos em andamento e projetos concluídos. Será ainda possível conhecer o processo de elaboração de projeto através de um fluxo didático contendo todas as etapas, desde o planejamento até a licitação da obra.

    Saiba mais: http://dpae.proplan.ufsc.br/


  • UFSC recebe primeira etiqueta de eficiência energética

    Publicado em 24/10/2013 às 16:06

    A fim de avaliar a eficiência energética dentro de especificações e sistemas de envoltória, o projeto da edificação do Restaurante Universitário – RU foi inspecionado em 2013 pelo Organismo de Inspeção em Eficiência Energética de Edificações da Fundação CERTI (OI3E) e recebeu a etiqueta de projeto nível de eficiência ‘A ‘ ENCE Parcial da Envoltória  conforme diretrizes do Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de Edifícios Comerciais, de Serviços e Públicos (RTQ-C).
    A envoltória é composta pelas fachadas e cobertura, incluindo as aberturas envidraçadas e vãos. A classificação da envoltória faz-se através da determinação de um conjunto de índices referentes às características físicas da edificação. Componentes opacos e dispositivos de iluminação zenital são definidos em pré-requisitos enquanto as aberturas verticais são avaliadas através de equações. Estes parâmetros compõem a “pele” da edificação (como cobertura, fachada e aberturas), e são complementados pelo volume, pela área de piso da edificação e pela orientação das fachadas.

    O que é a etiqueta?
    A Etiqueta é o Selo de Conformidade que evidencia o atendimento a requisitos de desempenho (e, em alguns casos, adicionalmente, também de segurança) estabelecidos em normas e regulamentos técnicos. A Etiqueta PBE Edifica faz parte do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) e foi desenvolvida em parceria entre o Inmetro e a Eletrobras/PROCEL Edifica.

    Saiba mais sobre o projeto do RU
    Com área total de 3.332,21m² e capacidade para 10mil refeições diárias, o projeto, concluído em 2008 foi elaborado por:
    Arquitetura – Arq. Francisco Alexandre Sommer Martins (DPAE) e Arq Leila da Silva Cardozo (DPAE)
    Complementares – Refeitório: Conte Cornetet/ Cozinha: CBR Engenharia

    Fontes: http://cb3e.ufsc.br    http://www.procelinfo.com.br/